GRAMÁTICA – Elementos básicos, classes gramaticais

Olá, como vão todos? Para hoje eu tinha planejado fazer um post rápido sobre elementos básicos, aí eu me lembrei que não há como resumir um estudo tão complexo. Assim, nas próximas semanas vamos nos focar nesses elementos básicos e continuar daí, certo? Hoje veremos especificamente sobre as classes gramaticais.

Primeiro, o que é a classe gramatical?

Imaginemos um ecossistema ou uma célula. Para não ficar confuso, escolheremos estudar uma parte desse grande ecossistema que é formado por várias camadas. A camada em específico que nos interessa no momento é chamada de Morfologia. 

Dentro dessa camada temos o estudo da estrutura e da formação das palavras, as observando isoladamente para entender quais são suas funções no sistema gramatical de nossa língua. Eles não são os primeiros elementos, mas são os que podemos visualizar com mais facilidade; o que viria primeiro seria o estudo das letras e sílabas ainda dentro da Morfologia, chamados de elementos mórficos ou morfemas, que são compostos de:

  • Radical – é um morfema ou sílabas que determina a parte mais forte de uma palavra, isto é, que lhe dá o significado geral da palavra e que comumente pertence às palavras da mesma família. Ex: pão, padeiro, padaria/ terra, enterrar. menin-o, menin-a; menin-ada, menin-inho, menin-ona;
  • Afixos – auxiliam na construção das palavras e são divididos em sufixos e prefixos. 

O afixo que vem antes do radical é chamado de prefixo

Quando ocorre depois do radical é chamado de sufixo

O objetivo deles é serem acrescentados ao radical para formar novas palavras. Em enterrar. ‘En’ é o prefixo da palavra e ‘ar’ o sufixo. 

  • Vogal temática – é a vogal que unida ao radical forma uma palavra. Nos verbos, por exemplo, a vogal temática indica em que conjugação ele se encontra. Existem três vogais temáticas: ‘a, e, i’. Ex: Varrer

Para mais informações >>> (x)

Assim, é através desse primeiro sistema que podemos classificar as palavras, as colocando em grupos de acordo com a sua função na língua portuguesa, podendo ser variáveis e invariáveis, dividindo-se da seguinte forma:

Palavras variáveis

Variam em gênero, número e grau: substantivo, verbo, adjetivo, pronome, artigo e numeral.

Observação:

    • Gênero: a ou o. Exemplo: Cansado/Cansada
  • Número: se refere ao singular e ao plural. Exemplo: Casa/Casas
  • Grau: Esse caso é bem mais complicado. Então, para fazer um resumo, são as flexões de aumentativo e diminutivo e de comparativo e superlativo. (Mais a frente veremos isso com detalhes) Se você quiser saber mais >>> (x) e (x)

Palavras invariáveis 

Não variam, isto é, não podem ser flexionadas por gênero, número ou grau: preposição, conjunção, interjeição e advérbio.

Assim, nossa classificação determina que essas são dez as classes gramaticais:

  • Substantivo;
  • Verbo;
  • Adjetivo;
  • Pronome;
  • Artigo;
  • Numeral;
  • Preposição, 
  • Conjunção;
  • Interjeição;
  • Advérbio.

As classes Gramaticais

Substantivo

Substantivo é a palavra que nomeia os seres e coisas.

Há vários tipos de substantivos: comum, próprio, concreto, abstrato, coletivo.

Exemplos: Carlos, Casa, moeda >>> Carlos perdeu sua moeda em casa.

Verbo

Verbo é a palavra que exerce ação, estado ou fenômeno da natureza, tais como: fazer, caminhar, chover.

Os verbos são classificados em: regulares, irregulares, defectivos e abundantes.

Exemplos de frases com verbo:

  • Você fez a lição?
  • Caminho todos os dias.
  • Se estiver chovendo, eu não vou.

Adjetivo

Adjetivo é a palavra que caracteriza, atribui qualidades aos substantivos, tais como: feliz, superinteressante, amável.

Exemplos de frases com adjetivo:

  • A criança ficou feliz.
  • O artigo ficou superinteressante.
  • Sempre foi amável comigo.

Pronome

Pronome é a palavra que substitui ou acompanha o substantivo, indicando a relação das pessoas do discurso, tais como: eu, contigo, aquele.

Há vários tipos de pronomes: pessoais, possessivos, demonstrativos, relativos, indefinidos e interrogativos.

Exemplos de frases com pronome:

  • Eu aposto como ele vem.
  • Contigo vou até a Lua.
  • Aquele tipo não me sai da cabeça.

Artigo

Artigo é a palavra que antecede o substantivo, tais como: o, as, uns, uma.

Os artigos são classificados em: definidos e indefinidos.

Exemplos de frases com artigo:

  • O menino saiu.
  • As meninas saíram.
  • Uns constroem, outros destroem.
  • Uma chance é o que preciso.

Numeral

Numeral é a palavra que indica a posição ou o número de elementos, tais como: um, primeiro, dezenas.

Os numerais são classificados em: cardinais, ordinais, multiplicativos, fracionários e coletivos.

Exemplos de frases com numeral:

  • Um pastel, por favor!
  • Primeiro as damas.
  • Dezenas de pessoas estiveram presentes.

Preposição

Preposição é a palavra que liga dois elementos da oração, tais como: a, após, para.

As preposições são classificadas em: preposições essenciais e preposições acidentais.

Exemplos de frases com preposição:

  • Entreguei a carta a ele.
  • As portas abrem após as 18h.
  • Isto é para você.

Conjunção

Conjunção é a palavra que liga dois termos ou duas orações de mesmo valor gramatical, tais como: mas, portanto, conforme.

As conjunções são classificadas em coordenativas (aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas e explicativas) e subordinativas (integrantes, causais, comparativas, concessivas, condicionais, conformativas, consecutivas, temporais, finais e proporcionais).

Exemplos de frases com conjunção:

  • Vou, mas não volto.
  • Portanto, não sei o que fazer.
  • Dançar conforme a dança.

Interjeição

Interjeição é a palavra que exprime emoções e sentimentos, tais como: Olá!, Viva! Psiu!.

Exemplos de frases com interjeição:

  • Olá! Sou a Maria.
  • Viva! Conseguimos ganhar o campeonato.
  • Psiu! Não faça barulho aqui.

Advérbio

Advérbio é a palavra que modifica o verbo, o adjetivo ou outro advérbio, exprimindo circunstâncias de tempo, modo, intensidade, entre outros, tais como: melhor, demais, ali.

Os advérbios são classificados em: modo, intensidade, lugar, tempo, negação, afirmação e dúvida.

Exemplos de frases com advérbio:

  • O melhor resultado foi o do atleta estrangeiro.
  • Não acha que trouxe folhas demais?
  • O restaurante é ali.

Assim, encerramos nosso post. Para o próximo, quero avisar que eu pretendia colocar apenas o mínimo que nós como escritores precisamos, mas como me incomodo com coisas pela metade decidi detalhar o máximo que eu puder sem complicar as coisas.  Assim, posts mais detalhados sobre cada classe virão. Também queria avisar que não quero que levem ao pé da letra tudo o que estiver nesses posts, eles servem como guia na hora que a mente ficar em branco.

Obrigada por ler e não deixem que comentar e sugerir pautas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.