Oi, tudo bem? Quando você conseguir superar o que aconteceu, você pode me ajudar? Estou escrevendo uma fic e a maioria da população é negra, mas não sei como escrever a diferença entre a melanina sem ficar repetitivo e eu tenho medo de mudar a palavra e ficar racista. Eu sou negra, mas uso pseudônimo, então tenho medo de mesmo assim acabar soando preconceituosa.

Oii, tudo, sim. As coisas estão melhorando. Então, eu posso ajudar sim.^^

Para começar preciso dizer, também sou negra, então eu entendo. A segunda é que não podemos nos basear no que as pessoas vão pensar, porque não podemos agradar a todos. Eu sugiro que você faça o que for melhor para sua história. Agora, escrever com sinceridade e respeito é sempre de bom gosto.

Com isso dito, podemos nos focar em algumas formas:

Enredo – Qual o tipo de descrição que sua história necessita?

É interessante definir quais os termos seriam os melhores. Padronizar é interessante para formar uma mitologia. Como no caso de a/b/o ou vampiros. Não se preocupe com a repetição de palavras, desde que essas palavras não sejam repetidas no mesmo paragrafo está tudo bem.

Personagem e Ambientação – Como esse personagem descreveria outros personagens negros? Faz sentido para a narrativa? Se lembre que fica muito feito um personagem se auto descrever. Então, como seria essa descrição?

Por exemplo, nas minhas fanfics pernico/percico, gosto de descrever o Nico com a pele oliva-clara. Porque não é exatamente negra/preta e também não é branca ou parda, entende? Tudo vai depender de como um personagem vê outro ou até como essa sociedade vê essa cor de pele.

Na minha visão, ou você é branco ou é preto, e acabou. Entretanto, como você vê essa questão? É a mesma coisa que devemos fazer em nossas histórias, definir visão de mundo e termos.

Questão de identificação – Como você gostaria de ver essa questão de cor de pele na história?

O que você gostaria de ler? Como você gostaria que isso fosse abordado? Tudo é sobre se identificar e ter empatia com aquilo que lemos. Como você gostaria de se espelhar? no enredo? Se você, como alguém com pele escura/negra gostar de ler essa história, outros também gostarão.

Pesquisa – Para encerrar, se você ainda não tem certeza, pesquise. Celebridades que falem sobre o assunto, livros, blogs e até amigos que entendam/tem experiência com esse assunto. Pesquisa é essencial para qualquer história, então porque não pesquisar também essa parte mais psicológica e social da questão? Quanto mais conhecimento tivermos sobre as coisas que nos interessam e são importantes, melhor estaremos preparados para nos comunicarmos de forma efetiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.