DICA DO DIA – Como usar descrições de personagem

Olá, nesse post eu gostaria de falar sobre personagens, porém por uma lente ligeiramente diferente.

Bem, vamos começar pelo ponto principal:

Não descreva seu personagem em muitos detalhes e nunca descreva quem está narrando o P.O.V (ponto de vista).

Seria o mesmo que dizer: Hoje estou vestindo uma blusa preta e jeans. Quem é que faz isso? Fica, de fato, muito estranho.  E também deixe que o leitor use um pouco da própria criatividade, assim fazendo com que o personagem se torne algo mais pessoal.

Então, se você fez uma lista imensa de características físicas e de como o personagem se veste, não coloque no seu texto. Esses tipos de listas servem para o escritor ter um controle maior sobre o personagem, elas servem para saber como seu protagonista irá agir e as atitudes que ele tomará durante toda a história.

Sabe, eu andei pensando muito nisso, de como colocar descrição de personagem no enredo.

A verdade é que… eu raramente faço.

De vez em quando, há alguma descrição, porém serve apenas para personagens que estão entrando pela primeira vez na história ou para mostrar algo diferente ou chocante. Por exemplo, quando um novo personagem entra na sala ou é revelada alguma característica que muda algo para o personagem ou historia. Gosto de descrever como ele anda, como ele se comporta, como ele fala. Seus ombros estão eretos ou caídos? Seu rosto? Ele tem a cabeça levantada no alto ou olha para baixo?

Para mim, uma descrição mais emocional ou psicológica, sempre comportamental, me vale muito mais já que isso mostrar muito mais da personalidade do personagem do que descrições físicas. Afinal, falar sobre a beleza do personagem nos diz exatamente o quê? Tirando casos bem específicos, geralmente nada, apenas para aumentar a quantidade de palavras.

Claro que há exceções, descrevendo se a pessoa é bonita ou não, entretanto, sempre vou preferir algo mais psicológico; se esse personagem tem carisma, é sombrio ou se age forma sonsa, dando uma impressão que o personagem esconde algo.

Gostaria de abrir outro parenteses aqui:

Qual o objetivo da sua descrição?

Sim, o objetivo faz toda a diferença.

É realmente necessário descrever características físicas? Ou no meu caso, que tenho mais preocupação com o estado mental, é realmente necessário descrever os comportamentos e como as pessoas se movem?

Devemos analisar cada situação e ver o que melhor nos enquadra.

Você não tem certeza de qual usar?

Que tal praticar? Tente um e depois tente outro. Tente os dois de uma vez e veja o que melhor flui para você.

Escrita é sobre experimentação, e se você não experimentar você nunca vai saber. É legal estudar e pedir dicas? É maravilhoso. Entretanto, eu posso te dar todas as dicas do mundo que se você apenas ler sobre elas e nunca pratica-las… nenhum conhecimento do mundo vai te ajudar. Eu me sinto meio mal com isso, vejo pessoas começando a parar de seguir o blog. Será que é o meu conteúdo que não serve ou você é que não aplica o que você aprende? Eu só queria deixar esse pensamento aqui e pedir para vocês usarem as ferramentas fornecidas, porque assim nem o Stephen King pode nos ajudar.

Enfim, eu precisava tirar isso do peito, e para retomar, temos:

  • Descrições psicológicas e comportamentais nos dizem mais sobre um personagem do que sua aparência física;
  • Não descreva sobre o personagem que conta o ponto de vista (a não ser que a descrição venha de outro personagem);
  • Lista de características são para o controle do escritor (Se você analisar, eu raramente faço listas sobre descrições físicas aqui no blog, já que eu prefiro pensar assim “Qual o tipo de personalidade que minha história precisa, ao invés de qual o tipo de história que meu personagem precisa.” Já questionários sobre desenvolvimentos de personagens, atitudes e comportamental, tenho muitas ^^);
  • Escolha muito bem quando for descrever características físicas, analise se elas são necessárias;
  • Prefira inserir descrições que ajudem no desenvolvimento de personagens ou enredo; 
  • Pratique bastante!

Fico por aqui e agradeço a presença de todos. No futuro quero fazer mais posts como esse que desenvolvam nosso senso critico e nos faça pensar um pouco além do óbvio, deixando de lado certas coisas que vemos em fanfiction. Sim, esse aspecto de ficar descrevendo personagem por característica física quando não é necessário se fincou nas fanfics de uma forma que eu até hoje não entendo, e sim, eu leio desde o começo dos anos 2000, então sei do que estou falando. Não estou insinuando que seja algo errado de se fazer, estou sugerindo que pensemos e analisemos qual são as melhores técnicas e as melhores formas de aplicar descrições em nossas histórias. Nada é uma regra imposta e sim uma sugestão que pode nos servir nessa caminhada árdua. Agora nos resta aprender, diferenciar o que é bom do que não é e continuar progredindo.

Obrigada por ler.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.