DIA 12 – Abuso Emocional, parte II (Infância) #desafio30psicologia

Olá, como vamos todos? Hoje eu gostaria de falar sobre abuso emocional na infância, investigando alguns motivos onde e porque isso pode acontecer.

O que é?

Primeiro, precisamos estabelecer que o abuso psicológico envolve um padrão de comportamento que prejudica o desenvolvimento emocional e a sensação de bem-estar da criança. Embora o abuso emocional ou psicológico possa não constituir um comportamento criminoso, ele acompanha outras formas de abuso e deve levantar uma bandeira vermelha, como palavras que às vezes podem causar mais dor do que punhos.

Quando um pai diz, “Você me dá nojo” ou “Você é patético” ou ainda, “Você não pode ser meu filho” é o que faz crianças no futuro agirem de formas pouco usuais.

Motivos

Existem diferentes razões pelas quais um pai pode abusar emocionalmente de seu filho. Pode ser raiva de si mesmos ou de seus próprios pais mal direcionada para o filho. Ou seu comportamento disfuncional pode ser causado pelo trauma de suas próprias experiências anteriores de uma infância abusiva. Outra razão pode ser que aprenderam a ser mal-educados com outras pessoas ou simplesmente não entendem bem o filho, como acreditar que ele chora para incomodá-los.

O comportamento que pode ser emocionalmente abusivo pode incluir:

  • Não responder às necessidades emocionais de uma criança, ignorando-as persistentemente ou se mantendo ausente;
  • Humilhar ou criticar uma criança;
  • Disciplinar uma criança com punições degradantes;
  • Não reconhecer a própria individualidade e limitações de uma criança, como forçá-la a algo ou ser muito controlador;
  • Expor uma criança a eventos ou interações angustiantes, como abuso doméstico ou uso indevido de substâncias;
    Deixar de promover o desenvolvimento social de uma criança, como não permitir que ela tenha amigos;

Agora, porque pensar na infância de nossos personagens?

Bem, todos nós tivemos infâncias, não? Tivemos parentes e família e amigos? Aposto que nem todos foram boas influências. É sobre isso que devemos pensar nesse post. Como foi a infância do seu personagem? Ele teve pais amorosos? Ausentes? Rígidos? Ele sofreu algum tipo de violência? Abandono? Trauma, aberto ou fechado? Algo que todos sabem ou algo que é segredo para todos? Se seu personagem parece um pouco vazio ou incompleto, talvez falte um pouco mais de desenvolvimento, de definir as experiências que ele teve até chegar naquele ponto da história. O que poderia motivá-lo a querer agir de tal forma? Essas experiencias fariam parte do motivo?

Obrigada por ler e não esqueça de compartilhar! Significa muito para mim.

FONTE

https://shazreenasan.wordpress.com/2012/04/24/emotional-abuse/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.