100 dias de produtividade – Encerramento

Ufa! Nunca pensei que fosse chegar aqui. 100 dias? Tudo bem, foram mais… 120 dias 🤣🤣🤣 Nem todos os dias consegui escrever, porém, fiz meu melhor.

Vou te dizer, não foi a coisa mais fácil, não. No primeiro mês foi quase uma tortura. Aí percebi que fazer posts curtos era a alma do negócio. O início não foi muito fluido, comecei a pegar o jeito e depois daí passou a ser parte da minha rotina.

Bem lá no início, um leitor me peguntou como eu fazia para escrever tantos post. Eu disse ”escreva sobre o que você sabe. Ou sobre o que você gosta”. Ai a pessoa me disse que ela não sabia muita coisa.

É sobre isso que eu quero falar nesse post. Quero fazer um apanhado geral e diz o que eu aprendi nesse processo todo, porque, afinal, é por isso que eu comecei isso, para aprender, praticar e compartilhar informações sobre escrita criativa. Ah, se eu aprendi.

1. Nada vem fácil

Sim, a pior parte é ter o que falar.

Quer dizer, todos nós temos. Porém, será que sabemos como expressar isso? Demorei uma década para entender como me comunicar de forma mais eficiente. Às vezes, acho que ainda não entendi. Sei que tudo isso faz parte do aprendizado, é um processo lento e demorado, a paciência se mostrando mais importante do que qualquer técnica de escrita que eu já tenha aprendido.

2. Pesquisa

Santa mãe das pesquisas! O que seria de mim sem você? Tenho que dizer, 80% dos posts aqui são de pesquisas. Desses 80%, 40% são traduções misturadas a pensamentos meus, os outros 40% posts meramente inspiratórios. E os 20% que sobram são completamente originais.

O que quero dizer aqui é: Nenhuma teoria de escrita vai ser 100% original. Precisamos de fontes para nos basear e é assim que as coisas funcionam. Nada é só seu e sim “nosso”. A não ser que você seja um gênio da literatura, teremos que tirar nossas inspirações de algum lugar.

3. Gosto pessoal

Eu gostaria de ter lido 95% do que eu escrevi por aqui.

Serio, se eu tivesse tido a mente aberta o suficiente lá no começo, eu seria uma escritora muito melhor agora. Eu sempre escrevo sobre o que eu gosto e o que eu acho que seria interessante para mim lá atrás. Então, achar algo que você goste é um bom caminho para o aperfeiçoamento. Só tenha em mente que a experiência não virá do dia para a noite. Não desista que um dia você chega lá. Se você for pensar,  eu poderia ter sido impaciente. Eu nunca nem teria começado isso. Então, fique firme e vá em frente.

4. Paciência e tempo

Sei que parece repetitivo, porém não posso frisar quanto a paciência foi importante. Sendo um livro ou sendo uma série de 100 posts, sem a paciência não chegamos a lugar algum. Pense nisso.

5. Perseverança

Será que eu disse o quanto ter paciência é importante? E se comprometer? Só para deixar claro.

6. Fontes

Quais são suas fontes? Eu sigo um blog desde meu início como escritora. O Writes Write. Eu não posso dizer o quanto foi importante para minha formação.

Sabe aquele professor maravilhoso de escrita que nós nunca teríamos acesso? É o que esse site é para mim. Por isso, ter uma fonte confiável e que disponibiliza aprendizado continuo é tão importante. A constância faz o processo.

7. Aprender sempre

Você já se pegou dizendo “acho que não tenho mais nada para aprender”? Eu não, e nunca vou dizer. Vocês sabiam que tem a jornada de Heroína? Como a mulher se posiciona como protagonista? O vilão como protagonista? Historias sem nenhum par romântico? A psicologia, que eu ainda pretendo fazer vários posts? Enquanto eu tiver acesso à informação, estarei aqui com vocês.

8. Ponto de vista

É de onde vem a parte original da coisa. Pegar posts por aí e reproduzi-los é fácil, o difícil é querer se abrir para outras pessoas e transmitir o que você quer comunicar.

Sim, eu, como introvertida, tenho muita dificuldade em deixar as pessoas saberem quem eu sou, é por isso que você não vai encontrar minha foto no site. Também sempre penso que ninguém vai querer ouvir o que tenho a dizer.

Não, não é coisa da idade. É coisa de quem é fechado e só se abre com poucas pessoas. Foi por isso que eu me surpreendi tanto com o retorno de vocês. No momento a média é de 100 novos seguidores por mês e 50 notificações por dia. Não sei  o que aconteceu, mas no fim, aprendi que se eu der algo, as pessoas vão me dar algo em troca. Pode não ser agora ou daqui a dois meses, mas o que eu plantar eu vou colher. Então, se pergunte, com o que você pode contribuir? O que você tem a falar sobre tal assunto? Qual sua opinião ou experiencia naquele campo do conhecimento? Para mim, não existe nada mais precioso do que compartilhar ou adquirir conhecimento.

9. O que o futuro aguarda?

Bem… só coisas boas, é claro! Estou montando um curso mais ou menos livre, gratuito para quem quiser aprender mais e praticar comigo. Entretanto, eu gostaria de pedir que vocês me ajudassem com a hospedagem do site. E mesmo que vocês não possam ajudar, são bem-vindos para participar das aulas. Todas as atividades serão corrigidas/vistas por mim.

O que o curso se propõe?

Todas as semanas teremos dois posts, um sobre técnicas criativas com uma proposta para práticas e um desafio com um assunto específico. Ainda não tenho nada fixado, mas já tenho o site pronto.

Os assuntos

Vou abordar todos os possíveis, até um pouco de screenwriting, já que algumas técnicas vêm de aprendizado de roteiro. Como o conceito de cena e de usar os cinco sentidos para criar uma cena.

Eles serão divididos em:

 O começo: Primeiras paginas, primeira cena, como montar uma história, construção de personagem e ambientação.

– Revisão: editar, reescrever, revisar e análise de texto.

– Tecnicas de escrita: A jornada do herói, A jornada da heroína, a estrutura de três atos e muito mais.

Considerações finais

Bem, o que eu pretendo fazer é escrever um livro durante um ano. Escrever um livro junto com vocês e ir passo-a-passo, sem pular etapa nenhuma. Pensei em fazer um pdf de guia para ajudar, mas… por enquanto não tenho recursos, o que me obriga a deixar esse detalhe para um momento mais a frente.

Esse é um projeto experimental e que ainda precisa de alguns detalhes para ser posto em prática. Por isso, gostaria de saber quem tem interesse e saber se vocês têm sugestões para mim. Pretendo começá-lo até outubro, com a duração de um ano. E se ao fim desse tempo o projeto for adiante, pretendo mantê-lo até quando for possível.

Quem tiver interesse, é só se inscrever nesse link no TinyLetter, que assim que eu tiver mais informações mando por email. E claro, já tenho o site pronto, porem, sem conteúdo aqui.

Para encerar, quero dizer que manterei o site aqui para textos menores, uma ou duas vezes por semana, e os maiores e mais complexos no novo site. Quem tiver alguma duvida, é só deixar nos comentários ou me mandar mensagem ou ask.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.