DICA DO DIA: Cenas – alguns aspectos

Como vão todos? No post de hoje relembraremos alguns conceitos sobre a escrita de uma cena.

O Propósito da cena

A cena tem que ter um propósito. Ela tem que fazer a história evoluir ou desenvolver os personagem. Essa cena é necessária? Ela traz algum desafio para o protagonista? Ela aproxima o protagonista de seu objetivo? Essa cena mostra algo relevante sobre a história ou personagens? Se a cena não fizer falta para a narração é algo que pode ser excluído.

Conflito

A cena tem que ter conflito. Isto é, algo deve sempre acontecer para que o personagem vá em frente. Nem sempre vai ser algo óbvio ou físico, como enfrentar um obstáculo ou um oponente. Pode ser também interno, como o senso de dever que move o protagonista ou a necessidade de salvar alguém. Não gaste tempo com personagens ou cenas que não acrescentam em nada. Pense em como essa cena avança a história ou se traz algo interessante.

Mostrar e Contar

Mostre a história através de gestos e ações ao invés de contar. Deixe que os personagens contem a história do jeito deles, através do que eles sentem e veem. Conte somente quando for preciso.

Começo, Meio e Fim

Toda cena de ver ter um começo, meio e fim. Se você decidiu que essa cena vai mostrar o que uma pessoa fez na noite passada vá até o fim e preste atenção com os ganchos, as vezes essa técnica pode deixar uma cena incompleta.

Falhas e Derrotas

O protagonista não deve resolver rapidamente seu objetivo e deve falhar algumas vezes até que ele consiga completá-lo. Existe algo mais chato do que um personagem perfeito que nunca erra e que não tem dificuldades? Dar no mínimo um defeito para o personagem também torna a história mais interessante. Então, se você estiver lendo algo e achar chato é porque nessa história faltam desafios ou, ainda melhor, falhas. É preciso que hajam derrotas antes da vitória.

Tempo e espaço

O que está acontecendo e o onde acontece? A ambientação de uma história é parte essencial de uma cena ou história. O que seria do Frodo sem a terra média, e o que seria do Harry sem Hogwarts? Então, preste atenção nos lugares que seu personagem frequenta e por quanto tempo ele frequenta.

Personagens

Quem é personagem protagonista? E o antagonista? Tem um vilão? É importante que se defina esses aspectos antes de começar. Entretanto, se o seu personagem é aquele que somente reage às mudanças na história, ele não é o protagonista. Então, seu dever é identificar quem age, quem reage e quem se põe no caminho do personagem principal.

Consequências

É a causa e consequência. Se tem algo que eu considero o pecado mais imperdoável na escrita é a falta de consequências na vida dos personagem e você, como escritor, tem que estar pronto para pensar nelas. Se um parente do seu protagonista morrer, qual seria a consequência? Ele iria em busca de vingança? Entraria em depressão? Culparia o mundo e se voltaria contra ele? Se tem uma ação tem que ter uma reação que se iguale a ela.

Esses aspectos foram interessantes para você? Seu seu comentário abaixo!

FONTE: writerswrite.co.za

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.